29 junho, 2010

0 O Benefício dos Açoites de Deus – João Calvino



- Israel é tragado: agora, estarão eles entre os gentios como um vaso no qual não  há prazer. 8. Voratus est Israel, nunc erunt inter gentes quasi vas in quo non est oblectatio (hoc est, vas rejectitium, vel, contemptibile.)- Oséias 8.8

O profeta usa a mesma palavra que antes, quando falou da farinha, e diz que não somente a provisão de Israel será devorada, mas também o próprio povo; e ele reprocha os israelitas pelas próprias misérias, para que eles finalmente reconhecessem que Deus lhes era adverso. Pois o objetivo do Profeta era este — fazê-los sentir os próprios males, para que, por fim, humilhassem-se e aprendessem a, suplicantemente, rogar por perdão. Pois é grande sabedoria quando nos beneficiamos dos açoites de Deus a ponto de nossos pecados virem para diante de nossos olhos.

Em conseqüência, ele diz: Israel é devorado e está semelhante a um vaso rejeitado, precisamente entre os gentios, quando, todavia, aquele povo sobrepujava o resto do mundo, visto que o Senhor o elegera para si. Como era ele um povo peculiar, era superior a outras nações; e, então, foi reservado para este fim, para que nada tivesse em comum com os gentios. Mas ele diz agora que tal povo está disperso e, por toda parte, desprezado e rejeitado. Isso não podia ter acontecido se Deus não houvesse tirado sua proteção. Por essa razão, vemos que o Profeta tinha esta única coisa em vista — fazer os israelitas sentirem que Deus estava irado com eles. 


0 comentários:

Feeds Comments

Related Posts with Thumbnails