07 abril, 2010

0 A Morte é Salário, a Vida é um Dom - João Calvino



Porque o salário do pecado é a morte(Rm 6.23). Alguns intérpretes defendem a tese de que, ao comparar morte com os soldos distribuídos aos soldados, Paulo se põe a referir-se sarcasticamente à deprimente natureza dos salários que são pagos aos pecadores, porque a palavra grega é às vezes tomada no sentido de soldos militares. Entretanto, aparentemente ele deseja, antes, fazer uma referência indireta aos cegos apetites daqueles que são levados à destruição, seduzidos pelos engodos do pecado, como peixes atraídos pelo anzol. Contudo, será mais simples traduzir a palavra por 'salário’, pois morte, seguramente, é uma recompensa suficientemente ampla para os ímpios. Este versículo se constitui na conclusão do anterior, e, por assim dizer, um epílogo a ele. Todavia, Paulo não reitera em vão a mesma idéia com diferentes palavras, pois sua intenção era fazer o pecado ainda mais detestável, duplicando seu terror.

Mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna. É errôneo traduzir esta afirmação por a vida eterna é o dom de Deus, como se a justiça fosse o sujeito, e o dom de Deus, o predicado. Este sentido não preserva o contraste. O pecado, como Paulo já nos ensinou, produz somente a morte. Ele agora adiciona que este dom de Deus, ou seja, nossa justificação e santificação, nos traz a bem-aventurança da vida eterna. No entanto, podemos expressá-lo da seguinte forma: "Como a causa da morte é o pecado, assim a justiça, que é o dom de Cristo para nós, restaura a vida eterna em nós."

Daqui podemos deduzir, com total segurança, que a nossa salvação procede inteiramente da graça e da infinita munificência divina. Paulo poderia ter afirmado alternativamente que o salário da justiça é a vida eterna, contrabalançando assim as duas cláusulas; porém, percebia que é através do dom divino que se obtém a vida, e não através de nossos próprios méritos. Este dom também não é único e solitário, porque, visto que nos achamos vestidos com a justiça do Filho, estamos reconciliados com Deus e renovados pelo poder do Espírito de santidade. E adicionou, em Cristo Jesus, nosso Senhor, a fim de subtrair de nós qualquer conceito posto em nossa própria dignidade.


0 comentários:

Feeds Comments

Related Posts with Thumbnails